segunda-feira, 30 de maio de 2011

Carol Celico: "Isabella está consumindo todo o tempo que me libero do Luca"


Caroline Celico, mulher do jogador Kaká, quase não tem mais tempo por conta da pequena Isabella, que nasceu no dia 23 de março. Em conversa com seus seguidores no Twitter, Carol comentou sua rotina com os dois filhos pequenos, já que ela também é mãe de Luca, que fará 3 anos no dia 10 de junho.

“Boa tarde a todos! Saudades de passar por aqui! A Isabella está consumindo todo o tempo que me libero do Luca”, escreveu Carol Celico. “Como passa tudo tão rápido! To curtindo muito enquanto ela ainda está bebê recém-nascida. Jajá ela está grandona como o Luca.”

A mulher de Kaká também revelou que está na “contagem regressiva” para a chegada do jogador, que ainda está na Espanha, jogando pelo Real Madrid. “Estamos em contagem regressiva para a volta do papai Kaká. O aniversário de 1 mês da Bellinha é dia 23/5 e do de 3 anos do Luquinha dia 10/6”, revelou Carol Celico no Twitter.

Antes de terminar a conversa com seus mais de 142 mil seguidores, Carol Celico deixou uma mensagem para eles. “Não há nada que você esteja passando que você não possa suportar! O poder e a força Dele se aperfeiçoam nas suas fraquezas. Por isso você pode dizer: ‘quando sou fraco, aí então é que sou forte!’ Seja fortalecido a cada dia!”

Kaká e Caroline Celico têm jantar romântico em São Paulo

Kaká e Caroline Celico deixaram os filhos Luca e a caçula Isabella em casa para curtirem um momento a sós. O casal foi vistos em clima romântico em um restaurante em São Paulo. O jogador está no Brasil curtindo férias ao lado da família. Kaká mora em Madri, na Espanha, onde joga no Real Madrid.


O casal trocou carinhos e beijos no restaurante

domingo, 29 de maio de 2011

Aniversário do nosso pequeno príncipe está chegando

Nosso bebê irá completar 3 aninhos dia 10 de junho de 2011.O Fc já preparou uma linda homenagem para o nosso pequenino.No dia certo eu posto aqui para todos verem.

Como o Kaká nasceu e virou o ídolo de muitas garotas no Mundo



Ricardo Izecson dos Santos Leite nasceu dia 22 de abril de 1982 em Brasília,DF, e aos 4 anos ganhou um irmão, Rodrigo e se mudou para Cuiabá,MT. Com 7 anos mudou-se para São Paulo, onde morou em Perdizes. Hoje em dia Kaká vive em um apartamento no Morumbi, junto com sua mãe Simone, seu pai Bosco e seu irmão Rodrigo, perto do campo onde ele virou um ídolo. 

Kaká nasceu em um lar evangélico da Igreja Apostólica Renascer em Cristo do Bairro Cambuci, onde foi batizado aos 14 anos de idade. Sua banda preferida é Resgate, conhecida no meio gospel por "A Banda dos Quatro Bispos" liderada pelo Zé Bruno. Kaká acredita que o acidente ocorrido em 30 de setembro de 2000 serviu para aumentar sua fé. 
Ele viajou para Caldas Novas (GO),onde vivem os avós paternos,pois não poderia jogar pela equipe júnior (estava suspenso por ter tomado 03 cartões amarelos), e ao descer por um toboágua, bateu a cabeça no fundo da piscina. Levou 04 pontos, e ninguém se preocupou com a sua coluna, tanto que chegou a participar de 02 treinos, e se queixou de dores nas costas com os médicos do São Paulo. Na verdade, o acidente foi mais grave, pois rendeu uma fratura em parte da 6ª vértebra da coluna, e o jogador correu o risco de ficar paraplégico e abandonar de vez o futebol. Kaká teve que usar colete cervical por 50 dias, e teve que treinar por mais 10 dias para recuperar o condicionamento físico. Graças a Deus, ficou curado e sem problemas, e sempre que faz um gol, levanta as mãos pro céu e agradece a Deus por não ter ficado paralítico. 



Kaká é míope de 2 graus em cada olho e quer fazer a cirurgia de correção da visão, pois já passou por alguns problemas com as lentes de contato. Ele também já usou aperelho fixo nos dentes e atualmente ele usa aparelho móvel como manutenção. Terminou os estudos (concluiu o ensino médio em 2000) e pretende fazer faculdade de Educação Física ou Administração de Empresas. 

Kaká não sonhava em ser jogador de futebol, mais aos 8 anos de idade chamou a atenção do seu professor de Educação Física do Colégio Batista Brasileiro, que pediu para sua mãe leva-lo a uma escolinha de futebol. Ele foi para a escolinha do Sumaré, e lá, um chileno o indicou para o Alphaville Tênis Club. Neste periodo o time desputava a final de um campeonato com o São Paulo.O Alphaville perdeu o campeonato, mais a diretoria do São Paulo se interessou pelo mini-craque. Desde então seu pai tornou-se sócil do clube, e ele começou a treinar no São Paulo, Kaká estudava manhã, e treinava o resto do dia futebol de salão e de campo. 

Aos 12 anos participou de uma peneira e entrou para a equipe infantil. Nesta época entrou para a Copa Reebok pelo Colégio Objetivo, e no mesmo ano foi destaqueda da equipe do Objetivo que trouxe o título de campeão de torneio realizado nos Estados Unidos. 

No início de 2001, Kaká era reserva do Alysson no time de Juniores. A comissão técnica do São Paulo foi ao hotel onde os jogadores que disputavam a Copa São Paulo de Futebol Júnior estavam concentrados. Chegando lá, resolveram que o Alysson iria subir para os profissionais, porém, durante aquela semana, haveria um jogo decisivo para os juniores. Resolveram levar o Kaká, que agarrou a chance, virou profissional e é titular. Está lá até hoje. 

Mas, sua grande virada aconteceu na noite do dia 07 de março de 2001, num "espetáculo" ocorrido no estádio do Morumbi, no último jogo das finais do Torneio Rio-SP, entre São Paulo x Botafogo-RJ. O Tricolor perdia por 1 a 0, quando o volante Fabiano foi substituido por, até então, um jogador desconhecido pela maioria dos torcedores, mas que, de forma impressionante, marcou 02 gols em 02 minutos!!! Gols estes que deram o título ao São Paulo, levou a torcida ao delírio e definitivamente tirou do anonimato aquele jogador com rosto de criança e jeito dócil. 



A partir daí, Kaká só cresceu. Passou de promessa à realidade do São Paulo. Foi eleito o jogador revelação de 2001. É um jogador importantíssimo no esquema do São Paulo. Em 2001, jogou o mundial Sub-20 com a Seleção Brasileira, e em 2002 realizou o sonho de jogar com a Seleção Principal. Foi convocado para alguns amistosos: jogou 10 minutos contra a Bolívia, e 90 minutos contra a Islândia, marcando, inclusive, um lindo gol... É, Kaká havia carimbado o seu passaporte para a Copa do Mundo de 2002, que aconteceria na Coréia do Sul e no Japão, mas faltava a confirmação do técnico Luiz Felipe Scolari no dia 06 de maio, data que seria anunciada a escalação dos 23 atletas que disputariam a Copa. 

Neste dia, Kaká acordou cedo e foi para o São Paulo fazer tratamento médico, já que estava com o tornozelo machucado. Disse aos pais que ficaria o dia inteiro no Centro de Treinamento. Porém, quando eram mais ou menos 13:30hs, a campainha do seu apartamento tocou. Dona Simone, a mãe do Kaká, foi atender a porta e teve uma surpresa: Kaká estava ali para acompanhar a escalação junto com a sua família. Ligaram a televisão e aguardaram. De repente, Felipão anuncia: "Kaká, do São Paulo!" A partir daí, foi uma festa... 

Kaká embarcou dia 12 de maio junto com a delegação brasileira, no aeroporto de Cumbica, rumo à Espanha. Durante o período que ficou no aeroporto, foi o jogador mais assediado pelos torcedores. Teve a gola de sua camisa riscada por fãs mais assanhadas. E como diz a mãe do Kaká: "Foi emocionante". 

Com apenas 20 anos, Kaká era o caçula da "Família Scolari". Antes de embarcar na Coréia, a Seleção jogou outros amistosos contra Catalunha e Malásia (jogo em que Kaká jogou alguns minutos do 2º tempo). 

Já em solo coreano, a Seleção estreou no Mundial contra a Turquia (2x1). Depois, jogou contra a China (4x0). Porém, o único jogo em que o Kaká entrou foi contra a Costa Rica. Ganhamos por 5 a 2. Kaká entrou aos 27 minutos do 2º tempo, onde jogou por apenas 20 minutos, não fez nenhum gol, mais jogou muito bem. Era mais um sonho realizado... 

Na segunda fase, em solo japonês, a Seleção ganhou da Bélgica (2x0) pelas oitavas-de-final, Inglaterra (2x1) pelas quartas-de-final, e Turquia (1x0) pela semifinal. Mais uma vez, o Brasil estava em uma final de Copa do Mundo, pela 3º vez consecutiva (94, 98 e 2002). 

Dia 30 de junho de 2002: o dia em que a terra parou :o) Grande final da Copa do Mundo, entre duas potências do futebol: Brasil x Alemanha. Um jogo esperado desde 1930, durante 16 campeonatos mundiais. Era o duelo entre o melhor ataque (Brasil) e a melhor defesa (Alemanha). Ganhou o ataque!!! Ronaldo, artilheiro do Brasil e da Copa, marcou 2 gols em Oliver Kahn. O Brasil sagrou-se pentacampeão mundial!! O único da história... Nossos jogadores comemoravam em campo, mas o que mais me emocionou foi ver o Kaká, o Edmílson e o Lúcio (três evangélicos), de mãos dadas e ajoelhados, prostrados, orando e agradecendo a Deus: DEUS É FIEL!!! Depois, todos ergueram a taça. Kaká chorava. Comemorava. Ele usava uma camiseta que estava escrito "I belong to Jesus" (Eu pertenço a Jesus). Durante a volta olímpica, colocaram o Kaká no pescoço de algum jogador, e ele ergueu a taça. O mundo viu: O KAKÁ É PENTACAMPEÃO MUNDIAL!!! 

Na chegada ao Brasil, Kaká desfilou por sua terra natal (Brasília) e recebeu uma medalha de Honra ao Mérito, das mãos do Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso. Depois, desfilou no Rio de Janeiro e em São Paulo. 

Que grande história!. E eu tenho certeza que vem mais por aí


sexta-feira, 27 de maio de 2011

Nosso Kaká


Kaká é considerado um dos homens mais bonitos do futebol, conforme provam os gritos histéricos das kakazetes espalhadas pelos quatro cantos da Terra. Seu rosto está entre os mais disputados pelo mercado publicitário, graças a sua imagem de bom moço, educado, religioso… O astro do Real Madrid já estrelou campanhas de grifes e marcas famosas, como Armani e Audi, além de diversas outras.
Aos quase R$ 2 milhões de salário que Kaká ganha por mês do Real Madrid, soma-se outro R$ 1,5 milhão com receitas publicitárias. Ainda assim, apesar de tudo isso, há uma coisa que ninguém sabe: o galáctico cresceu se achando feio. Durante a infância, ele tinha miopia de dois graus em cada olho e queria, a qualquer custo, fazer a cirurgia de correção da visão, para se livrar dos óculos.
Os dentes do filho de dona Simone e seu Bosco também estavam longe de serem alinhados, vistosos e bonitos como os de hoje, que já serviram até de exemplo num comercial de escova dental. Para tentar ter um sorriso bonito, o menino recorreu ao aparelho fixo por anos, e depois para um aparelho móvel.
Patinho Feio só ganhava brilho nas aulas de educação física do Colégio Batista Brasileiro, onde estudava. Com apenas 8 anos de idade, o menino franzino, mas de pernas longas, impressionava os professores, que convenceram sua mãe a levá-lo para uma escolinha de futebol.
Com as meninas, porém, Kaká quase não se metia. Nascido num lar evangélico e tímido ao extremo, ele foi dar seu primeiro beijo depois dos 14 anos, quando já jogava nas categorias de base do São Paulo. Aos 16, ele voltou a se sentir o excluído, por conta do colete cervical que teve de usar durante mais de 50 dias, por conta da fratura em parte da sexta vértebra da coluna.
O acidente ocorreu num fim de semana em Caldas Novas (GO), cidade onde vivem os avôs paternos. Kaká estava suspenso de uma partida do time de juniores do São Paulo, pelo acúmulo de três cartões amarelos. Depois de descer o toboágua, ele bateu a cabeça no fundo da piscina, foi levado ao hospital e levou quatro pontos, para a cicatrização de um corte. Porém, ninguém se preocupou com a coluna do jovem, que chegou a participar de dois treinos na volta ao São Paulo. Foi aí que começou a se queixar de dores nas costas. Os médicos do Tricolor constataram a fratura na vértebra e o vetaram dos treinos e jogos.
Durante um bom tempo, Kaká chegou a temer que nunca mais pudesse jogar futebol. E o temor só aproximou ainda mais o craque da religião, que doa mais de 10% de seus vencimentos todo mês para a Igreja Renascer. A cada gol, ele levanta as mãos para o céu e agradece. Por conta de sua crença, se casou virgem, foge das bebidas e tem aversão às baladas.

domingo, 22 de maio de 2011

Não fazem ideia do jogador que estão abrindo mão "¿Qué hacemos con Kaká? "



Essa semana um site espanhol divulgou a seguinte noticia :
Pese a que algunos voceros no paran de preparar portadas y de pregonar a los cuatro vientos que media Europa desea fichar a Kaká, nadie pica y en el Bernabéu no se ha recibido ninguna oferta; aunque sea ridícula.

Ni de Berlusconi (por mucho que se diga lo contrario) ni de Abramovich ni de otros clubs de la Premier. Por eso Florentino está tan preocupado, al saber de que al internacional brasileño, por lo que cobra, no lo quieren ni regalado.

"Mourinho no quiere a Kaká y el Madrid, después de pagar por su fichaje 65 millones de euros, no sabe como quitárselo de encima. ¡Ojalá alguien quisiera ficharlo y recibiéramos una mediana oferta!", comenta un asesor de Florentino Pérez.



 Um assessor de Florentino Perez, presidente do Real Madri, revelou à revista espanhola Don Balón o que muita gente já sabia: o clube não quer mais o brasileiro Kaká. Aqui mesmo neste blog, o assunto foi debatido por nossos leitores. Segundo ele, esta é a vontade do técnico José Mourinho, que fez questão de humilhá-lo na sequencia de jogos decisivos contra o Barcelona.
O que revela Don Balón: “¿Qué hacemos con Kaká? El problema es la elevada ficha del internacional. No cuentan con él, pero en el Madrid aún no han recibido llamadas ni de Berlusconi ni de Abramovich”.
Embora o tal assessor não tenha sido identificado na reportagem, a revista abre aspas para ele: “Mourinho não quer Kaká, e o Real Madrid, após pagar € 65 milhões (R$ 148,6 milhões) para trazer o jogador, não sabe como se desfazer dele. Tomara que alguém apareça com uma proposta”.
Kaká finge que não entende essa realidade. Esta semana disse que pretendia continuar em Madri. Mas certamente  ele só voltará a ser feliz quando mudar de ares. Inclusive para voltar à seleção, porque o técnico Mano Menezes já disse que, neste monento, Kaká não faz parte dos seus planos.

Opinião do Fc: Não fazem ideia do jogador que estão abrindo mão,Kaká ainda tem muito o que nos mostrar com suas jogadas,sejamos pacientes,ele está voltando aos poucos e vai conseguir se colocar como um dos melhores do mundo outra vez.


Entrevista com uma Kakazete


Nossa kakazete entrevistada dessa vez é a Jessica 

Fc.: Desde quando você é fã do Kaká ?
Resposta: Desde que ouvi falar dele o defendia das pessoas (risos), mas para chamar de Kakázete mesmo é desde 2006..

Fc.: O que fez você começar a gostar do príncipe ?
Resposta: Sinceramente, no começo era  pela beleza,  achava ele muito fofo, ai com o tempo, fui conhecendo ele melhor e percebi que  é tão belo por dentro quanto por fora, um exemplo, um guerreiro, o nosso principe.

Fc.:O que sua família diz sobre você ser uma kakazete ?
Resposta: Então, eles me apoiam e me ajudam, tudo o que encontram do Kaká trazem pra mim (risos) e o principal admiram esse amor por ser incondicional.

Fc.:Seus amigos encaram numa boa essa sua paixão pelo Kaká?
Resposta: Alguns sim, já outros não me entendem,. Mais o importante é os que me apoiam e sempre me ajudam, esses eu chamo de amigos os outros são apenas colegas.

Fc.: Em relação a família do Kaká,o que você acha da Carol como esposa,do Luca e da mais nova integrante Isabella ?
Resposta: Aaah, eles são a minha segunda  familia, a Carol é muito linda e inteligente, sou super fã dela, e o Luca e a Bella são meus dois anjinhos, .

Fc.:Você já teve a oportunidade de conhecer o Kaká pessoalmente ?
Resposta: Não,. Mas creio que esse dia não vai demorar muito.

Fc.: Já fez alguma “loucura de amor” por ele ?
Resposta: Não considero loucura (risos), . Mais já discuti com várias pessoas por ele e já roubei fotos dele da revista do hospital (risos), .

Fc.: O que o Kaká ensinou para você de maior valor ?
Resposta: Lutar sempre pelos sonhos e acreditar, porque Deus reserva o melhor para cada um dos seus filhos.

Fc.: Em relação ao nosso Fã Clube,o que você acha?
Resposta: Aaah, Perfeito néh (risos), sempre o melhor e mais fofo. =)

Fc.: Para finalizar o que você diria ao Kaká  se ele estivesse na sua frente nesse exato momento?
Resposta: Te amo, te amo, te amo, te amo, [ mais umas mil vezes "te amo"] e obrigada , voce é o meu exemplo, meu principe fofo,rs.  

sábado, 21 de maio de 2011

Carol Celico e Luca no aniversário do filho caçula de Faustão



A noite desta sexta-feira (20) foi de muita comemoração para Fausto Silva e a família. O apresentador comemorou o aniversário do filho caçula, Rodrigo no Buffet Spasso Splash, no bairro de Moema, em São Paulo. Simpáticos, Faustão, a esposa e os filhos Rodrigo e João Guilherme atenderam os fotógrafos na porta do buffet.
Caroline Celico, esposa do jogador Kaká deixou a caçulinha da família, Isabella para aproveitar a festa com o primogênito Luca.

domingo, 15 de maio de 2011

10 melhores jogadores da atualidade

Por incrível que pareça, este excelente jogador se destacou mesmo não sendo atacante. Aliás, seu forte não é marcar e sim criar jogadas e dar grandes passos para que seus companheiros o façam. Mesmo assim, até o início da Copa de 2010, Kaká já havia marcado 26 gols pela seleção brasileira.

Ao contrário da grande maioria dos jogadores brasileiros, Kaká não teve uma infância humilde já que sua família sempre foi de classe média alta. Isso não quer dizer, porém, que ele não enfrentou dificuldades. No ano 2000, aos 18 anos, Kaká quase ficou tetraplégico ao mergulhar num parque aquático de São Paulo e bater a cabeça contra o fundo. Kaká fraturou uma vértebra e ficou dois meses imóvel. Segundo ele mesmo diz – “ foi salvo por Deus”.  E é a este mesmo Deus que o jogador, um dos melhores do planeta, carrega consigo com frases na chuteira, camisetas e outros acessórios.

Sua fé aliada ao seu talento e esforço de quem quer muito chegar lá o levaram longe.  Enquanto profissional Kaká só jogou por três clubes: São Paulo, Milan e Real Madrid. Sua ida do Milan para o Real Madrid em junho de 2009 foi um verdadeiro acontecimento – Kaká foi o primeiro "galático" a ser contratado pelo clube espanhol. Os italianos choraram sua saída. E os espanhóis vibraram com a contratação. Nós, brasileiros, só admiramos, aqui de longe, orgulhosos de nosso compatriota cuja reputação extrapola as quatro linhas do campo de futebol.

Pela seleção brasileira estreou na Copa de 2002 onde jogou apenas 18 minutos na partida contra a Costa Rica. Na Copa da Alemanha, em 2006, disputou cinco jogos e marcou um gol. Ainda com a seleção brasileira Kaká conquistou o título da Copa da Confederações de 2005 e 2009.


Nome completo: Ricardo Izecson dos Santos Leite

Data de nascimento: 22/04/1982

Local de nascimento:  Gama, Brasil

Posição: meio-campo

Altura: 1,86 m

Peso: 82 kg

Clubes:
- São Paulo(2001 – 2003)
- Milan(2003 – 2009)
- Real Madrid (2009 em diante)

Principais títulos:
- Copa do Mundo 2002 – pela seleção brasileira
- Copa das Confederações (2005 e 2009) – pela seleção brasileira
- Liga dos Campeões da UEFA (2006/07) – pelo Milan
- Copa do Mundo de Clubes da FIFA (2007) – pelo Milan
- Melhor jogador do mundo pela FIFA (2007)


Fonte:http://esporte.hsw.uol.com.br/10-melhores-jogadores-futebol-atualidade3.htm

Hino Real Madrid

Hala Madrid!
Hala Madrid!
Campo de estrellas
Donde crecí
Hala Madrid!
Juegas en verso
Que sepa el universo
Cómo juega en Madrid
Sale el Madrid a luchar
Sale el Madrid a ganar
Hala Madrid!
Hala Madrid!

Hala Madrid!
Hala Madrid!
Campo de estrellas
Donde crecí
Hala Madrid!
Juegas en verso
Que sepa el universo
Cómo juega en Madrid
Sale el Madrid a luchar
Sale el Madrid a ganar
Hala Madrid!
Hala Madrid!

Ídolos, títulos e artilharia

O primeiro jogador a se destacar com a camisa do Real Madrid foi Manuel Prast. Ele participou dos três primeiros títulos importantes do clube. Em 1905, 1906 e 1907 ajudou a equipe da capital espanhola a conquistar quatro Copas da Espanha.
Depois dele, no início da década de 1910, surgiria Santiago Bernabéu. O atacante, que depois se destacaria mais como dirigente, atuou como jogador durante 17 anos. Neste tempo, ganhou apenas uma Copa da Espanha. Seu nome acabaria batizando o estádio madrileno.
A aposentadoria de Bernabéu veio no fim dos anos 1920, e sua condição de ídolo foi logo preenchida por Ricardo Zamora. O goleiro, que já era lenda na Espanha por suas passagens por Espanyol e Barcelona, foi comprado a peso de ouro do time azul e branco da Catalunha, em transferência que foi conhecida como a “maior do século”.
Zamora, que até hoje dá nome ao prêmio distribuído ao melhor goleiro do Campeonato Espanhol, chegou ao Real em 1930 e conquistou dois títulos nacionais com a equipe branca (1931/32 e 1932/33), inclusive o primeiro, em que a equipe foi campeã invicta.
Nas décadas de 1930 e 1940, o Real Madrid viveu um de seus piores momentos na história, com seca de títulos e influências da Guerra Civil Espanhola. Tudo para desencantar nos anos 1950, quando foi quatro vezes campeão espanhol e pentacampeão europeu.
Nesse time, o que não faltava era ídolo. O principal deles foi Alfredo di Stéfano. Argentino de nascimento, o jogador foi descoberto em um jogo amistoso contra os Millonarios, da Colômbia, time em que atuava. Foi contratado, e tornou-se o maior jogador da história do clube.
Chegou em 1953 e logo foi bicampeão espanhol. Depois de uma conquista do Athletic Bilbao (1955/56), o Real Madrid retomou o domínio e venceu mais duas vezes. Di Stéfano ainda se destacou pelos gols marcados. Foi artilheiro do Campeonato Espanhol em quatro oportunidades (1955/56, 1956/57, 1957/58 e 1958/59) e ajudou o clube a conquistar os títulos da Liga dos Campeões.


Artilharia
O maior artilheiro do Real Madrid na história é o argentino naturalizado espanhol Alfredo di Stéfano. O atleta, artilheiro do Campeonato Espanhol em quatro oportunidades, balançou as redes adversárias pelo clube da capital em 418 oportunidades.Além disso, participou de oito títulos espanhóis nas décadas de 1950 e 1960. Por isso, é considerado pelos torcedores um dos maiores em toda a história. O site oficial do Real Madrid, por exemplo, cita di Stéfano como o melhor jogador de todos os tempos.
Outro nome que merece destaque é o de Ferenc Puskás. O húngaro, que chegou aos clube em 1958, já havia feito sucesso pela seleção nacional em 1954, quando a Hungria foi vice-campeã mundial, perdendo surpreendentemente a final para a Alemanha. No Real Madrid, assumiu a condição de goleador logo que se adaptou. Foi artilheiro do Campeonato Espanhol em quatro oportunidades (1959/60, 1960/61, 1962/63 e 1963/64).
Além deles, outros daquela equipe que merecem destaque são Francisco Gento e Raymond Kopa. O primeiro, espanhol, participou de todos os títulos daquela geração. Foi campeão espanhol em doze oportunidades e venceu seis Ligas dos Campeões.
Kopa, francês filho de poloneses, foi figura constante no ataque do Real Madrid depois de 1957, quando foi contratado do Stade de Reims. Durante sua passagem no clube, ficou conhecido pela capacidade de segurar a bola e pela habilidade apurada.
Depois dos sucessos nas décadas de 1950 e 1960, os anos 1970 ficaram marcados por dois grandes craques: o alemão Ulrich Stielike e o espanhol Juanito. Ambos ajudaram o Real Madrid a vencer o tricampeonato espanhol de 1977/78 a 1979/80.
Na década de 1980, a dupla seria substituída por outra, de atacantes goleadores. O mexicano Hugo Sánchez e o espanhol Emílio Butragueño. O primeiro começou na Espanha, curiosamente no arqui-rival Atlético de Madrid. Com o time alvirrubro foi artilheiro do Campeonato Espanhol de 1984/85.
Logo depois chegou ao Santiago Bernabéu, e repetiu a condição de goleador ao ser o melhor marcador do certame em mais três oportunidades consecutivas (de 1985/86 a 1987/88). Ao seu lado, teve sempre a companhia de Butragueño.
O espanhol, considerado um dos melhores de seu país em todos os tempos, jogou no Real Madrid de 1983 a 1995. Foi artilheiro do Campeonato Espanhol apenas uma vez (1990/91), e conquistou, ao lado de Sánchez, o pentacampeonato espanhol entre 1985/86 e 1989/90 e a Copa da UEFA de 1985/86.
Na década de 1990, os grandes ídolos ficaram marcados pelos bons desempenhos nas competições européias. O mais expressivo deles, Raúl, por exemplo, é o maior goleador da história da Liga dos Campeões, desde que o torneio ganhou esse nome, com 57 gols.
Outro que ganhou destaque foi Pedja Mijatovic. O sérvio marcou o gol que deu o título da Liga dos Campeões de 1997/98 para o Real Madrid, depois de 32 anos de fila.
Depois disso, já no século XXI, na chamada era dos galácticos, o maior destaque foi o francês Zinedine Zidane. Transação mais cara de todos os tempos (66 milhões de euros pagos a Juventus, da Itália), o meia foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em 2003 atuando com a camisa do Real, além de ter vencido a Liga dos Campeões de 2001/02 com o clube.
Antes dele, porém, já havia chegado ao Santiago Bernabéu o português Luís Figo. Contratado do Barcelona, o meia fez sucesso no clube da capital espanhola, e conquistou o títulos de melhor do mundo da Fifa em 2001.
O mesmo prêmio seria dado ao brasileiro Ronaldo em 2002. O atacante brasileiro foi contratado no mesmo ano depois da boa atuação na Copa do Mundo, e chegou a ser o artilheiro do Campeonato Espanhol em 2003/04.
Uma das novas grandes atrações do Real Madrid é o português Cristiano Ronaldo.

                                      Brasileiros no Real Madrid
Com as saídas de Ronaldo e Roberto Carlos, que atuaram na temporada 2006/2007, o atacante Robinho tornou-se o brasileiro de maior destaque do Real Madrid, mas não teve atuação muito boa e deixou o time.Para a temporada 2009, o Real Madrid contratou Kaká. O outro brasileiro da equipe é Marcelo.


Real Madrid

A história do Real Madrid começou em 1902. No referido ano, em 6 de março, um grupo de praticantes de futebol da capital espanhola fundou o Madrid Foot Ball Club, já com corpo diretivo e intenção de propagar a prática do esporte.

Já naquele momento os responsáveis definiram o uniforme do novo clube. A vestimenta foi inspirada no London Corinthians, da Inglaterra, que tinha camisas e shorts brancos e meiões roxo escuro.
Três anos depois, o Real Madrid conquistaria o primeiro título de sua história. Em 1905, na final contra o Athletic Bilbao, o time da capital venceu por 1 a 0 e conquistou a Copa da Espanha.
No mesmo, ano, o Real Madrid jogou sua primeira partida internacional. Foi contra os franceses do Gallia Sport, em Madri, e o resultado foi um empate por 1 a 1.
Em 1912, o Real Madrid conseguiu seu primeiro local para a prática do esporte. Era um campo em O’Donnel, um bairro de Madri, que era alugado por um empresário local para o clube.
Oito anos depois, o até então Madrid Foot Ball Club ganhou o prenome “Real”. O então rei Dom Alfonso XIII concedeu a honraria ao clube, que até hoje adota o novo nome.
Com tudo pronto para se tornar a principal potência do futebol no país, o Real Madrid conseguiria seu primeiro grande título na temporada 1931/32. Nesse ano, foi campeão espanhol pela primeira vez, com uma campanha invicta. Foram 18 jogos, com dez vitórias e oito empates.
A boa fase, porém, seria interrompida pela Guerra Civil Espanhola. No período, o Real Madrid teve seu estádio transformado em campo de concentração pelo governo. A situação só começaria a melhorar em 1939, com o fim do conflito.
Depois disso, o clube iniciou um período de crescimento que culminaria na inauguração do novo estádio do clube. O Santiago Bernabéu, que recebia o nome em homenagem ao então presidente do Real, sediou sua primeira partida em 1947, e viu uma vitória do time da casa por 3 a 1 sobre o Belenenses, de Portugal.
A década seguinte ficaria marcada pelas expedições internacionais do clube, que passou por torneios amistosos na América do Sul e na própria Europa. Mais que isso, foi o período em que o Real Madrid conseguiu mais títulos da Liga dos Campeões.

Na temporada 1955/56, o clube venceu o Stade de Reims, da França, na final por 4 a 3, e garantiu sua primeira taça européia. Nos quatro anos seguintes, a mesma coisa. O Real foi o vencedor do torneio em 1956/57, 1957/58, 1958/59 e 1959/60.
Até hoje o pentacampeonato europeu é um recorde a ser batido. A última final, inclusive, ficou marcada como um dos principais jogos da história do torneio. Em 1960, o Real Madrid venceu o Eintracht Frankfurt por 7 a 3.
Em 1963, mais uma vez interesses políticos interferiram na história do Real Madrid. Durante a disputa da Pequena Taça do Mundo, na Venezuela, um grupo de guerrilha armado seqüestrou Di Stéfano para chamar a atenção. Por sorte, nada aconteceu ao meia, que foi liberado sem maiores danos.
Três anos depois, o Real Madrid esqueceria o problema para conquistar novamente a Europa. Com uma vitória sobre o Partizan Belgrado, da então Iugoslávia, o clube conquistou sua sexta Liga dos Campeões.
Na década seguinte, os grandes momentos do Real Madrid foram no Campeonato Espanhol, especialmente no fim da mesma. Na temporada 1977/78, o time de Ulrich Stielike e Juanito conquistou o primeiro título do tricampeonato da Liga que estava por vir.
Nos anos 1980, mais uma vez sem Liga dos Campeões, o Real Madrid teve de se contentar com os títulos do Campeonato Espanhol. No seu país, foi pentacampeão espanhol entre 1985/86 e 1989/90, como um time que tinha Hugo Sánchez e Emílio Butragueño. O início dessa seqüência, em 1985, foi marcado também pelo título da Copa da UEFA.
Depois de duas décadas gloriosas na Espanha, o Real Madrid começou os anos 1990 buscando novas glórias européias. E conseguiu. Depois de 32 anos sem títulos da Liga dos Campeões, o clube conseguiu, em 1998, o título continental ao bater a Juventus, da Itália, por 1 a 0, gol do sérvio Pedja Mijatovic.
Daí em diante, o Real Madrid passaria por mais um período áureo no torneio. Em 2000, repetiu o título ao superar o Valencia por 3 a 0, com Raúl e Morientes como grandes destaques da equipe.
No mesmo ano, Florentino Pérez foi eleito presidente, e começou a “era dos galácticos” no clube, com muitos investimentos em jogadores de nome. Vieram Figo, Zidane, Ronaldo, Owen, Bekcham, entre outros. Ainda em 2000, o Real Madrid foi eleito pela Fifa o melhor clube do século 20, principalmente pelas conquistas dos anos 1950.
O principal título desse período foi a Liga dos Campeões de 2002. Com grande participação do meia francês Zidane, o time venceu o Bayer Leverkusen, da Alemanha, por 2 a 1 e conquistou seu nono título europeu, recorde absoluto entre os clubes do Velho Continente.
Depois disso, porém, o time viu o desempenho em campo sucumbir aos compromissos externos. Com isso, Florentino Pérez pediu renúncia e encerrou assim a era dos galácticos.
Em 2009, nova era dos galácticos, com a contratação de Cristiano Ronaldo e de Kaká.

Kaká volta ao time titular contra o Villarreal


Escalação do brasileiro foi confirmada neste sábado pelo técnico do Real Madrid, José Mourinho

O goleiro Casillas, o lateral-direito Sergio Ramos e o meia Kaká são as novidades do Real Madrid na partida deste domingo, contra o Villarreal, pela penúltima rodada do Campeonato Espanhol. Os volantes Khedira e Lass Diarra estão fora, o primeiro por lesão e o outro por suspensão.

Casillas e Sergio Ramos cumpriram suspensão na última rodada, diante do Getafe. Já Kaká volta depois de se recuperar de leve lesão muscular.

Nesta semana o brasileiro teve o seu nome envolvido em uma possível troca com o atacante Ibrahimovic, do Milan. O negócio seria um pedido do técnico do Real Madrid, José Mourinho. 

sábado, 14 de maio de 2011

Mourinho propõe troca de Kaká por Ibrahimovic, diz jornal catalão

Aos poucos, o luso José Mourinho vai desenhando o elenco do Real Madrid para a próxima temporada. Com Nuri Sahin, do Borussia Dortmund, já fechado, Hamit Altintop, do Bayern de Munique, perto do anúncio, e o interesse declarado em Coentrão, do Benfica, o comandante merengue agora está de olho no sueco Ibrahimovic, do Milan. E para ter o atacante, o português pode armar uma estratégia ousada: ceder o brasileiro Kaká.

Após o clube italiano já ter aberto as portas para a volta do meia, Mourinho vê a troca como uma saída positiva e já teria passado a ideia ao presidente Florentino Pérez, de acordo com o jornal catalão "Mundo Deportivo". O técnico já comandou Ibra no Inter de Milão, no ano passado. Além disso, Kaká não tem correspondido às expectativas dele por conta das lesões recentes.
Ainda segundo o diário, o centroavante sonha em voltar a trabalhar com Mourinho, até como forma de se vingar de Pep Guardiola, a quem atribui a culpa por sua saída do Barcelona. O "Mundo Deportivo" afirma que o Milan não estaria disposto a perder o sueco, mas a ideia da volta de Kaká seduz os dirigentes.
Barça pode melar negócio
O jornal espanhol diz que o problema da troca é que Ibrahimovic pertence ao Barcelona, e está emprestado ao Milan até junho deste ano. Após esse período, o clube rossonero teria que pagar € 24 milhões (R$ 55,4 milhões) para ter o jogador. Caso contrário, ele deverá voltar ao clube catalão.
Assim, Real e Milan precisariam chegar a um acordo para ressarcir o time de Pep Guardiola. A multa rescisória de Kaká gira em torno de € 25 milhões (R$ 57,7 milhões).


Leia mais http://terceirotempo.ig.com.br/noticia/Por_Ibra_Real_Madrid_pode_oferecer_Kaka_ao_Milan-44132

terça-feira, 10 de maio de 2011

Entrevista com uma Kakazete


Nossa kakazete a ser entrevistada agora é a linda Mylena Soares

Fc.: Desde quando você é fã do Kaká ?
Resposta:Desde 2006 na Copa ,eu começei a prestar atenção só no Kaká.
Fc.: O que fez você começar a gostar do príncipe ?
Resposta:A beleza sempre me chamou atenção .Depois eu começei a conhecer mais a história dele e fui virando fã de verdade !
Fc.:O que sua família diz sobre você ser uma kakazete ?
Resposta:Ah minha mãe reclama por eu só escrever "Kaká" em todas as minhas coisas ,mais as outras pessoas não dizem nada . 
Fc.:Seus amigos encaram numa boa essa sua paixão pelo Kaká?
Resposta:Sim,eles me zoam de vez em quando mas levam numa boa .
Fc.: Em relação a família do Kaká,o que você acha da Carol como esposa,do Luca e da mais nova integrante Isabella ?
Resposta:Nossa eu amo eles do mesmo jeito que amo o Kaká . A Carol é uma pessoa realmente iluminada .
Fc.:Você já teve a oportunidade de conhecer o Kaká pessoalmente ?
Resposta:Não ,infelizmente :(
Fc.: Já fez alguma “loucura de amor” por ele ?
Resposta:Já. (eu acho que sim) Fui em um shoping com uma camiseta toda escrita de canetão" Kaká ,eu te amo" ,"Kaká minha vida" e etc...
Fc.: O que o Kaká ensinou para você de maior valor ?
Resposta:Dar valor a familia! Eu levo isso comigo . Também gosto da guarra e da coragem que ele tem .
Fc.: Em relação ao nosso Fã Clube,o que você acha?
Resposta:Nossa eu amo de verdade o FC de vcs ! É muito massa parabéns .
Fc.: Para finalizar o que você diria ao Kaká  se ele estivesse na sua frente nesse exato momento?
Resposta:Kaká vc é um exemplo a ser seguido ! Parabéns eu te amo . (Se eu conseguir falar) .

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Entrevista com uma Kakazete

Nossa terceira kakazete entrevistada é a fofa da Luana Fortes


Fc.: Desde quando você é fã do Kaká ?
Resposta: Desde 2005 

Fc.: O que fez você começar a gostar do príncipe ?
Resposta:Acho que foi amor a primeira vista!rsrs eu vi ele dando uma entrevista para o Esporte Espetacular
me apaixonei pelo seu jeito simples de ser, pelo jeito dele falar sobre familia, trabalho!E aos poucos fui descobrindo mais sobre ele , o homem de Deus que ele é me fez gostar muito dele!E é claro pra completar quando vi aquele homem lindo, bom e talentoso virei fã de vez!:)

Fc.:O que sua família diz sobre você ser uma kakazete ?
Resposta:Na verdade eles não dizem nada não! todos sabem que sou fã do kaká e respeitam isso!

Fc.:Seus amigos encaram numa boa essa sua paixão pelo Kaká?
Resposta:Alguns sim, outros acham loucura amar alguem que nem sabe que eu existo, muitos acham exagerado da minha parte! mas no geral todos respeitam numa boa!

Fc.: Em relação a família do Kaká,o que você acha da Carol como esposa,do Luca e da mais nova integrante Isabella ?
Resposta: Carol é fora de sério, não conheço pessoalmente mas o pouco que já conversei com ela por email e pelo twitter já vi logo que ela é uma esposa dedicada, amorosa e uma excelente mãe! sempre presente!Além de ser uma serva de Deus, uma pessoa muito especial na minha vida, que eu aprendi a amar atravez do kaká ela é linda! um anjo!cheia de luz!e os filhos do kaká uma gracinha, o Luca a cara do pai, rsrss. E a isabella vamos conhece-la aos poucos, mas é uma flor! linda demais! 

Fc.:Você já teve a oportunidade de conhecer o Kaká pessoalmente ?
Resposta: infelizmente não!!!:(

Fc.: Já fez alguma “loucura de amor” por ele ?
Resposta: nunca tive a oportunidade, e sinceramente não foi preciso nenhuma loucura por ele até hoje! mas eu faria qualquer coisa com certeza!

Fc.: O que o Kaká ensinou para você de maior valor ?
Resposta: Que nada é impossivel quando temos um sonho! Basta acreditar em Deus!

Fc.: Em relação ao nosso Fã Clube,o que você acha?
Resposta: um dos poucos que podemos chamar de fã clube de verdade! porque o fã clube de vcs está sempre atualizado, nos mantendo informado sobre o kaká, alem de ter muitas novidades legais, como essa das perguntas!:)vcs estão sempre mostrando o amor de vcs pelo kaká como deveria se rtodos os fã clubes!

Fc.: Para finalizar o que você diria ao Kaká  se ele estivesse na sua frente nesse exato momento?
Resposta: nossa eu eu acho que ficaria sem palavras, mas se fosse pra dizer algo, eu diria  _ Isto é o meu maior sonho sendo realizado, amo muito você!!

Entrevista com uma Kakazete


Nossa segunda Kakazete entrevistada é a Vitoria Silva de Oliveira
Fc.: Desde quando você é fã do Kaká ?
Resposta: Desde o ano de 2002

Fc.: O que fez você começar a gostar do príncipe ?
Resposta:A sua simpatia

Fc.:O que sua família diz sobre você ser uma kakazete ?
Resposta: Que assim eu posso compartilhar os  meu sentimentos com vocês


Fc.:Seus amigos encaram numa boa essa sua paixão pelo Kaká?
Resposta: Mais ou menos

Fc.: Em relação a família do Kaká,o que você acha da Carol como esposa,do Luca e da mais nova integrante Isabella ?
Resposta: Uma linda familia

Fc.:Você já teve a oportunidade de conhecer o Kaká pessoalmente ?
Resposta: Infelizmente não

Fc.: Já fez alguma “loucura de amor” por ele ?
Resposta: Escrevi o nome dele bem grande na minha camiseta do uniforme escolar


Fc.: O que o Kaká ensinou para você de maior valor ?
Resposta: Que tudo é possivel se você sonhar

Fc.: Em relação ao nosso Fã Clube,o que você acha?
Resposta: Demais

Fc.: Para finalizar o que você diria ao Kaká  se ele estivesse na sua frente nesse exato momento?
Resposta: Que eu o amo de coração e pediria somente uma foto e um autográfo

domingo, 8 de maio de 2011

Entrevista com uma Kakazete

          

Nossa primeira kakazete entrevistada é a Daniela Gomes confiram aí 

Fc.: Desde quando você é fã do Kaká ?

D.G:Desde quando ele começou a joga pelo Sãao Paulo *-*

Fc.: O que fez você começar a gostar do príncipe ?

D.G:Tudo , a honestidade , a força de vontade , a determinaçãao , etc . ..

Fc.:O que sua família diz sobre você ser uma kakazete ?

D.G:Putz , elees odeiam isso , mais não adianta pq eu amoo elee * - *

Fc.:Seus amigos encaram numa boa essa sua paixão pelo Kaká?

D.G:Alguns  ;D
Fc.: Em relação a família do Kaká,o que você acha da Carol como esposa,do Luca e da mais nova integrante Isabella ?

D.G:AAH * - * A Carol e a pessoa certa pra ela , ele e mt linda , o Luca  nem prescisa fala e um fofo *-* a cara do Kaká , e a Isa e uam princesinha néeh *-* . Familia Perfeita \º/

Fc.:Você já teve a oportunidade de conhecer o Kaká pessoalmente ?

D.G:Não , meu MAAIOR sonho  =/

Fc.: Já fez alguma “loucura de amor” por ele ?

D.G:Já , ja briguei em casa , com amigos , ja perdi PROVA 

Fc.: O que o Kaká ensinou para você de maior valor ?

D.G:Nunca desistir dos meu sonhos . 

Fc.: Em relação ao nosso Fã Clube,o que você acha?

D.G:Supeer Fofoo , tudo qe vc's falam , a fotoo muitoo liindo * - *

Fc.: Para finalizar o que você diria ao Kaká  se ele estivesse na sua frente nesse exato momento?

D.G: Parabéns por esse Homem que a cada dia passa uma coisa positiva para os seus fãns , eu TE AMO =]